Como Calcular Férias Vencidas e Proporcionais

Há muitas dúvidas sobre como calcular férias, aliás esse trabalho é bem difícil para quem não trabalha com recursos humanos.

Para ter noção dos seus direitos e saber se a empresa está pagando certo é preciso fazer essas contas.

Pode parecer complicado, porém vamos te ensinar de forma simples como é feito o cálculo para o pagamento de férias vencidas ou férias proporcionais, dependendo do seu objetivo neste exato momento de pesquisa.

Aprenda a Calcular Férias Vencidas

Tem direito a férias todo trabalhador que completa 12 meses de trabalho. Esse benefício trabalhista é oferecido para que o profissional descanse por 30 dias.

Esse descanso é remunerado, todo trabalhador sai de férias com o valor de um salário em sua conta.

Pela lei, porém, a empresa não é obrigada a oferecer as férias assim que os 12 meses é completado, tendo de 12 a 23 meses para conceder as férias ao trabalhador.

Surge então o interesse em aprender como calcular as férias, pois se ela tiver atrasada deverá ser pago a mais por isso e se passar de 24 meses sem férias, a empresa deverá pagar o dobro e ainda multa.

Como Calcular Férias Vencidas e Proporcionais

Para aprender como calcular férias é preciso fazer uma conta básica.

Nas férias vencidas o trabalhador ganha o dobro de seu salário, mais 1/3 do valor.

Essa conta é simples: multiplique seu salário por dois. Depois divida esse resultado por três e some esse resultado com o dobro do seu salário.

Quem recebe R$ 1.000 mensalmente e tem férias vencidas recebe R$ 2.666 da empresa pelas férias vencidas.

Como Calcular?

 

Nas férias, o trabalhador tem direito a receber o valor correspondente a seu salário que exceder 1/3 do valor total.  O dia festivo e 1/3 de salário deve ser pago até 2 (dois) dias antes do início do feriado.

Depois de 12 meses de trabalho, o trabalhador pode tomar um dia festivo e saber o valor que você recebe quando adquire o feriado, é importante conhecer os componentes que são incluídos no cálculo do dia festivo e como calculá-lo.

O imposto sobre a renda e a retenção do INSS será deduzido no período de férias.

O valor dos feriados é igual ao salário bruto do empregado de mais de 1/3 desse salário, o valor obtido é multiplicado pela taxa do INSS, de acordo com a tabela anual do INSS.

Este valor é multiplicado pela taxa do imposto sobre o rendimento e, em seguida, reduz-se o montante da dedução do IR, de acordo com a tabela anual.

VALOR DA LICENÇA SEM DEDUÇÃO = SALÁRIO BRUTO + 1/3 SALÁRIO BRUTO

DEDUÇÃO DEDUÇÃO = VALOR BRUTO DO DIA FESTIVO X TAXA DE INSS

BASE PARA O CÁLCULO DO IR = VALOR BRUTO DE FÉRIAS – DEDUÇÃO DO INSS

SUBTRAÇÃO DE IR = BASE PARA O CÁLCULO DA TAXA IR X IR/100 – PARCELA A SUBTRAIR

Cálculo de Férias Proporcionais

Outra situação que o trabalhador pode calcular é referente às férias proporcionais.

Imagine um trabalhador que é demitido antes de tirar férias. Ele tem direito a 30 dias para cada 12 meses trabalhados, porém é demitido com 18 meses de empresa.

Nesse caso é preciso aprender como calcular férias proporcionais.

O trabalhador que ganha R$ 1.000 terá que dividir esse valor por 12 meses e multiplicar o resultado por 18.

Logo, ele vai receber de férias proporcionais o valor de R$ 1.500 a mais em sua rescisão.

Essa mesma conta deve ser feita também em outras situações, por exemplo, para quem pede demissão.

Em casos de férias coletivas para funcionários com menos de um ano de empresa também é feito o cálculo de férias proporcionais.

Como calcular férias é um sistema simples, como você pode ver, basta apenas dividir e depois multiplicar para encontrar o valor correto.

Lembre-se de que as férias são direitos trabalhistas e que a empresa é obrigada a paga-la.

Não sabe como calcular as horas extras? Entenda aqui.

Faltas Não Justificadas e Férias

Se o trabalhador tem faltas não justificadas, o seu cálculo de férias será outro.

Isso mesmo, é preciso aprender como calcular as férias do trabalhador que tem faltas injustificadas na empresa.

Pela lei, o número de dias de descanso é diminuído. Exemplo, se no ano o trabalhador faltou de 15 a 23 dias sem justificar, ele terá 18 dias de férias.

Evite faltar, pois além de prejudicar o seu salário e causar demissão por justa causa, as faltas interferem nas férias.

Como Calcular Férias Vencidas e Proporcionais
4.7 (94.85%) 66 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.